The Mandalorian: Um faroeste no estilo Star Wars | Primeiras Impressões

0

Com o lançamento do serviço de streaming Disney+, chega também uma das produções mais aguardadas entre aquelas que já haviam sido prometidas: The Mandalorian, a primeira série live-action no universo Star Wars.

A série se passa diretamente após os eventos de O Retorno do Jedi e conta com o ator de Game of Thrones Pedro Pascal no papel principal. The Mandalorian conta a história de um caçador de recompensas que tenta ganhar a vida em uma galáxia em crise.

O criador da série Jon Favreau traz um grupo eclético de experientes e talentosos diretores como Taika Waititi (Thor: Ragnarok) e novatos como Bryce Dallas Howard. Com os dois primeiros episódios (de um total de 8) já disponíveis para assistir no serviço de streaming, cabe a pergunta. The Mandalorian mostrou o suficiente para corresponder ao hype que foi criado?


O personagem principal de The Mandalorian é um caçador de recompensas da mesma espécie de Boba e Jango Fett que, por conta da crise econômica vivida após a destruição do Império em O Retorno de Jedi, acaba tendo que buscar recompensas em um trabalho quase impossível, com clientes perigosos que estão dispostos a pagar mais pelo sigilo.

O mandaloriano usa o tradicional uniforme dos caçadores de recompensas, escondendo o rosto, o que em muitos momentos se torna um pouco prejudicial para o personagem de Pedro Pascal. A ideia de um protagonista sem face pode parecer interessante, mas Pascal acaba tendo que depender muito da voz (algo que ele também não tem usado muito) para passar emoção, o que acaba criando um certo distanciamento do personagem principal. Resta ver como o mesmo será trabalhado nos próximos episódios.

Apesar disso, a série apresenta muitos aspectos positivos, que ajudam a manter a animação para a sequência da história. As cenas de ação, que são o ponto alto dos primeiros episódios, foram muito bem elaboradas e acabam revelando um pouco mais sobre a personalidade do nosso protagonista misterioso, o que também acontece em suas interações com personagens secundários.

A ambientação não deixa dúvidas de que se trata de algo no universo Star Wars, unindo esses elementos ao charme do faroeste, condizendo bem com a forma como a série era apresentada antes de sua estreia. Embora simples em alguns aspectos, o desenvolvimento do mundo é satisfatório, contando com cenários interessantes, bons personagens secundários e várias referências que animarão os fãs mais assíduos.

Os valores de produção são uma grande demonstração de força da Disney, que quer afirmar através dessa série que investirá pesado em suas produções para o serviço de streaming, e a qualidade cinematográfica da série no aspecto visual e sonoro certamente contribui para animar bastante, tanto para o futuro da série quanto da plataforma de streaming em si.

Em aspectos de enredo, ainda há muito a ser visto. Como foi dito anteriormente, a série certamente terá mais potencial se o personagem principal for melhor trabalhado nos episódios futuros, mas de início, ele deixa um pouco a desejar. O que pode ser dito é que a cena final do primeiro episódio vai deixar os fãs mais ávidos de Star Wars intrigados e, ao menos para mim, é motivo suficiente para ficar e ver o que vai acontecer.

The Mandalorian estreou na última terça-feira (12) e está disponível apenas no serviço de streaming Disney+.

Deixe uma resposta